quarta-feira, 28 de janeiro de 2009


Às vezes, há pessoas que me dizem que as coisas que escrevo no meu blogue são um bocado fúteis e que devia escrever mais sobre assuntos da actualidade. Quem me conhece bem, sabe que tenho interesses para além dos squats da Trevi e de outras personalidades do panorama "pop". A verdade é que acho que não faz sentido escrever sobre coisas da actualidade porque são, na maior parte, absurdas e ridículas por si só. Fazer piadas sobre o estado do nosso país, por exemplo, seria como fazer uma piada sobre uma anedota de alentejanos (quem diz alentejanos, diz louras).

Fascina-me o ridículo das pessoas que se levam demasiado a sério, as pequenas coisas patéticas que fazemos durante o dia, como eu, que acabo de pedir licença ao cão da minha vizinha para me deixar passar ou a vez que agradeci à caixa multibanco por me ter dado dinheiro.

Quem quiser ler sobre a actualidade, pode sempre ler o blogue do Pacheco Pereira. Além disso, as estatísticas demonstram que grande parte dos visitantes do meu blogue chegam cá a partir de pesquisas tão eruditas como "hemorroidal", "biografia de Zezé Camarinha" e "estátua de um menino a fazer xixi na Bélgica".

7 comentários:

Maria Joao disse...

e por isso é que eu gosto deste blogue!

Anónimo disse...

Muito interessante...

Pedro disse...

Eu estou com a Maria João!

Mr. MyShadow disse...

LOLOL

Jose Price-Castico disse...

hahahahahahahahaha!!!!!!

Bruno Rosa disse...

Hahaha! Lindo!

Artur Sequeira Portela disse...

E que tal uma anedota de lisboetas?
Cumprimentos, prima.

Arquivo do blogue