terça-feira, 9 de setembro de 2008

CANDY BOX




Agora que se aproxima a data do concerto da Tia, fui à Fnac comprar a "Candy Box", a edição limitada de Hard Candy. É tão limitada que há para lá "Candy Boxes" aos magotes. A caixa traz um cd, o inlay com fotografias da Madonna e um pacote de rebuçados que devem fazer cáries na língua. Mal se abre a caixa vê-se logo uma fotografia da Madonna de cabeça para baixo, com ar de quem está a precisar de comer dois ou três rebuçados daqueles porque teve uma quebra de tensão. Andei também a ver as novidades da nossa literatura e deparo-me com uma capa bastante apelativa. Pensei: "Quem é esta nova figura da elite literária, que mais parece o dono de uma casa de alterne?". Resposta: o dono de uma casa de alterne. Um Homem da Noite: As Mossas da Prostituição, Corrupção e Desespero, de João Pina, editado pela Algarve Mais, promete ficar na história da Literatura Portuguesa e o seu autor é um forte candidato ao Prémio Camões. Ou a ganhar o elite Model Look. Uma das duas coisas. Ou talvez ambas.

2 comentários:

Amelia disse...

O João Pina foi o rei do proxenetismo no Cais do Sodré na década de 60, 7' e meados de 80. Depois perdeu o elan e o glamour quando começou a vaga de imigração.

mizeh_da_cunha_espinhosel disse...

lolololol
e pensar que tenho os dois o livro (em versão original, o que eu gosto da historia do ap na reboleira lolol) e a candy box ( com uns rebuçados ranhosos feitos na China e que ninguem gosta nem come)