quarta-feira, 18 de novembro de 2009

YOUR MOTHER SETS CLOCKS IN HELL!

"Mãe, quero um telemóvel da Hello Kitty!"


Não odeiam quando adaptam séries televisivas ao cinema? E quando acontece o contrário? É que é isso que estão a tentar fazer com o "Exorcista". O clássico de terror de 1973 - e um dos meus filmes preferidos - está a ser adaptado para um formato de série televisiva pelo autor do livro, William Peter Blatty.


Pergunto-me que piada terá ver, pelo menos uma semana, uma série sobre uma criancinha sob posse demoníaca. É claro que poderão fazer render mais aquela belíssima cena em que a menina começa a dizer palavrões ao "doutor da caixa" e que me faz sempre rir à gargalhada - mas eu tenho a maturidade de uma criança do ensino básico. Quem vai ter paciência para ver a menina a vomitar verde 50,000 vezes e a insultar a honra da mãezinha do padre até este já não fazer mais nada do que revirar os olhos e chegar à conclusão que o que a menina é mimada e tem a parvoeira típica da adolescência?


Giro, giro, era fazer uma adaptação do "Exorcista" à realidade portuguesa, mas ninguém se lembrou ainda de me chamar para isso. Chamar-lhe-ei "Lá Em Casa, Tudo Possuído". Passa-se num bairro típico lisboeta, e é a história de uma família que lida com a possessão demoníaca da mai' novinha, Jessica Odete. A mãe tem um grande desgosto e tenta esfregar a língua da menina com sabão azul e branco para ela não dizer tantas asneiras, mas o pai aproveita o dom da filha e leva-a para os jogos do Benfica para alguém insultar o árbitro como deve ser. Tenho já pensados textos magníficos que incluem frases como: "Jessica Odete, não me mijes nos Arraiolos!", "Vomitas a sopa para cima do senhor padre e não vês os Morangos com Açúcar durante uma semana".

3 comentários:

Lek disse...

Brutal essa ideia. Agora só temos de sacar os direitos do exorcista e pedir permissão para filmar no estádio da luz ;)

Vasco disse...

Excelente! lol
Só falta uma possessão demoníaca do "Dá-me o telemóvel já!" para ajudar à festa ;)

Ruben, o Merdas disse...

Aquele verso do "Amor de Água Fresca" que é "ris e dás-me a volta à cabeça" é sobre esta miúda