quinta-feira, 7 de junho de 2007

O nosso peso em lixo


Uma coisa que sempre me suscitou muita curiosidade - mais do que as pessoas que cortam as unhas no autocarro - é o exibicionismo do "tuga" no que toca ao lixo. Digo "exibicionismo" porque quanto mais lixo houver no balde do "tuga", melhor. Por exemplo, aqui no prédio, só se podem pôr os sacos do lixo no caixote comum a partir das 17.30, mas, logo a seguir ao almoço, os sacos a transbordar já estão acumulados, em sentido, à porta, em processo de putrefacção, enquanto aguardam o momento em que são deitados naquele caixote grande e verde. E quanto mais sacos melhor. Quer dizer que lá em casa se consome muito, logo, que há dinheiro. É aqui que se inicia uma competição com o vizinho do lado para ver quem tem mais sacos do lixo e mais caixas de electrodomésticos à porta:"O sacana do Antunes tinha um saco com espinhas de peixe. É porque comprou peixe fresco! Temos que deixar de comprar centros de pescada Pescanova que isso não tem espinhas para mostrar. E deve ter havido festa ontem...tinha umas cabeças de camarão tigre!". Por acaso tive uma vizinha assim, que remexia no lixo lá de casa quando eu ficava sozinha e depois ia comentar com a outra vizinha: " a mãe não está em casa, ela nem cozinha. Encomendou uma pizza!".

Mas o festival não acaba aqui. O expoente máximo das "Líxiadas" (festas em louvor do deus Lixo) é o momento em que o lixo é posto no Ecoponto. Como as pessoas que têm mais que dois dedos de testa devem saber, o Ecoponto serve para colocar lixo que pode ser RECICLADO - PAPEL/CARTÃO, EMBALAGENS e VIDRO. Todavia, sabe-se lá porquê, há uns rebeldes do lixo que insistem em deitar os sacos do lixo para dentro do Ecoponto, deitar o vidro no ponto das embalagens e outros ainda que colocam junto do Ecoponto todo o tipo de lixo que é demasiado grande para ter em casa (colchões, sofás, electrodomésticos). Amiguinhos, se ligarem ou enviarem um e-mail para a Câmara Municipal de Lisboa, vêm buscar o lixo no próprio dia. Escusam de ter a esperança vã que apareça a Beatriz Leones do "Querido Mudei a Casa" para reciclar o vosso sofã dos anos 80. Para mais informações sobre o que devem fazer ao vosso lixo: http://lisboalimpa.cm-lisboa.pt/ .

1 comentário:

Isabel disse...

Quando montares casa própria, vais ver quão útil é o Ecom...a! Encontrarás lá mobílias completas, da sala ao quarto, passando pelas estantes do escritório, tudo em bom estado de utilização, tudo anos 40 e 50, perfeitamente na moda!
Nessa altura agradecerás aos teus vizinhos a gentileza de porem aos teus pés a traquitana necessária, mais perto e mais barato que ir ao IKEA!